Malta tem registado um drástico aumento no número de novas infecções por Covid-19, duplicando o número total de casos no país em menos de um mês.

Dada a preocupante evolução da pandemia no país e o risco de um súbito regresso ao confinamento e encerramento de fronteiras, aconselha-se os viajantes a ponderarem seriamente quaisquer viagens não essenciais a Malta, incluindo em turismo.

Quem viajar para Malta num voo proveniente de Espanha (Barcelona, Girona e Madrid), Roménia, República Checa ou Tunísia deverá apresentar no momento do embarque um teste negativo ao Covid-19, realizado nas 72h anteriores. Em alternativa, poderá fazer o teste à chegada ao aeroporto internacional de Malta ou terá de cumprir uma quarentena. A partir de 11 de Setembro de 2020, estas restrições aplicar-se-ão também aos viajantes provenientes de França (Paris e Marselha).

  • Partilhe