"Povo que lavas no rio" (1964) é um dos fados mais conhecidos de Amália Rodrigues, con letra do poeta Pedro Homem de Mello e música de Joaquim Campos.
«Povo que lavas no rio / Que talhas com o teu machado / As tábuas do meu caixão / Pode haver quem te defenda / Quem compre o teu chão sagrado / Mas a tua vida, não»!

  • Partilhe