Mensagem do Embaixador de Portugal em Roma

Comemorações do 10 de Junho

(Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas)

 

Caros compatriotas,

Celebramos hoje o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas num contexto muito especial. A mensagem que a Senhora Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas dirigiu a todos nós leva-nos a reflectir sobre este momento tão particular.

A pandemia em curso teve consequências inesperadas nas nossas vidas. Fez-se aliás particularmente sentir em Itália, cuja dor partilhámos e cuja capacidade de resistência e serenidade suscitaram a nossa admiração. As minhas primeiras palavras são de pesar pelas vítimas deste vírus e de solidariedade para com todos os Portugueses residentes em Itália, em Malta ou na Albânia, que têm partilhado os sacrifícios a que todos nos vimos obrigados.

Face à extrema gravidade da situação em Itália, a Embaixada de Portugal viu-se forçada, como tantas outras, a encerrar o atendimento presencial durante quase dois meses. Com a vossa compreensão e colaboração, a par da dedicação excepcional e do esforço incansável de uma reduzidíssima equipa e o apoio crucial de Lisboa, lográmos continuar a servir a nossa comunidade, tendo sido possível ajudar muitos Portugueses que ficaram retidos em Itália, na Albânia e em Malta.

Agradeço a forma como todos reagiram a esta fase, que nos obrigou a adoptar novos métodos de trabalho. Esperamos muito em breve poder retomar, em segurança, a actividade consular, com as restrições que ainda se impõem.

Mas o 10 de Junho é dia de celebração. Celebramos a nossa Pátria, o ser e falar português. É o momento em que recordamos este sentimento de pertença e esta herança de nove séculos. A nossa comunidade transcende as fronteiras de Portugal, não se limitando a quantos de nós têm nacionalidade portuguesa, mas abraçando todos aqueles que connosco partilham laços de solidariedade histórica, bem como o afecto pela nossa língua e cultura. É esta uma realidade bem presente no caso de Itália e do povo amigo italiano com o qual temos tantas afinidades.

As comemorações deste 10 de Junho serão diferentes. Não poderemos abrir a Residência Oficial, que é a casa de todos os Portugueses, para vos acolher, repetindo o sucesso das comemorações do ano passado, e bem assim o da recepção ocorrida por ocasião da Visita de Estado do Presidente da República a Itália, que tanto nos honrou. Em contrapartida, beneficiaremos de um programa cultural ao longo da semana na nossa página Internet e no Facebook. Faço votos de que muitos de vós se associem a esta celebração, assistindo, divulgando e comentando.

A nosso convite e com o patrocínio do Instituto Camões, o jovem pianista Pedro Emanuel Pereira, um dos mais brilhantes da sua geração a nível europeu, apresentará um programa único, online, com obras originais da sua autoria inspiradas na música tradicional portuguesa e com reminiscências da música de tradição clássica.

Caros amigos,

É sabido que nunca faltou capacidade de reacção ao Povo Português nos momentos mais difíceis da sua História. Também nós saberemos ultrapassar, unidos, as presentes dificuldades. E quando voltarmos a celebrar, todos juntos, este dia de Portugal, veremos que somos uma comunidade ainda mais coesa e mais solidária.

E tenhamos presentes as palavras de Luís de Camões:

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,

Muda-se o ser, muda-se a confiança;

Todo o mundo é composto de mudança,

Tomando sempre novas qualidades.

 

Muito obrigado a todas e a todos, e até breve!

Pedro Nuno Bártolo

Embaixador de Portugal

 

SAVE THE DATE - Comemorações do 10 de Junho (Semana de Portugal)

No âmbito das comemorações do  Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, a Embaixada de Portugal em Roma, com o apoio do Camões I.P., tem o prazer de o(a) convidar a assistir à seguinte programação, que será disponibilizada de 8 a 14 de Junho online através do seguinte link: https://cutt.ly/3yBb79P e na nossa página Facebook em  https://www.facebook.com/ambasciataPTroma/.

 

8 de Junho

Visita virtual ao Palácio Nacional de Mafra - O Palácio Nacional de Mafra é um conjunto arquitetónico barroco, formado por um Paço Real, uma Basílica e um Convento. Possui importantes coleções de escultura italiana, de pintura italiana e portuguesa, uma biblioteca única, bem como dois carrilhões, seis órgãos históricos e um hospital do século XVIII. O Palácio está integrado na Rede de Residências Reais Europeias. Parta à descoberta! https://artsandculture.google.com/partner/mafra-national-palace

 

9 de Junho

Visita virtual ao Museu Nacional Grão Vasco - O Museu Nacional Grão Vasco possui um acervo que inclui obras de arte de diversa tipologia e cronologia. A coleção principal do Museu é constituída por um conjunto notável de pinturas de retábulo, provenientes da Catedral de Viseu, de igrejas da região e de depósitos de outros museus, da autoria de Vasco Fernandes (c. 1475-1542), o Grão Vasco, de colaboradores e contemporâneos. O acervo inclui ainda objetos e suportes figurativos originalmente destinados a práticas litúrgicas, a que acrescem peças de arqueologia e uma coleção importante de pintura portuguesa dos séculos XIX e XX. Parta à descoberta! https://artsandculture.google.com/partner/gr%C3%A3o-vasco-museum

 

10 de Junho

Visita virtual ao Panteão Nacional - O Panteão Nacional, situado na zona histórica de Santa Clara, ocupa o edifício originalmente destinado para igreja de Santa Engrácia, acolhendo os túmulos de grandes vultos da história portuguesa. Elemento referencial no perfil da cidade e oferecendo pontos de vista privilegiados sobre a zona histórica da cidade e sobre o rio Tejo, está classificado como Monumento Nacional. Na sua proximidade realiza-se semanalmente, às terças-feiras e sábados, a tradicional Feira da Ladra.

Parta à descoberta!  https://artsandculture.google.com/partner/national-pantheon

Mensagem do Embaixador de Portugal em Roma, por ocasião do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

Concerto exclusivo pelo pianista Pedro Emanuel Pereira, que apresentará as seguintes obras originais da sua autoria inspiradas na música tradicional portuguesa e na música de tradição erudita e clássica:

  • “Sons da Minha Terra”. 10 canções para piano inspiradas na música tradicional portuguesa;
  • “Sons de Abril”. Improvisação sobre temas de José Afonso;
  • “Hino a Guimarães”. Improvisação sobre os temas do Hino de Guimarães e do Hino de Portugal.

 

11 de Junho

Visita virtual ao Mosteiro de Alcobaça - Classificado Património da Humanidade pela UNESCO, o Mosteiro de Alcobaça é um dos mais impressionantes e belos testemunhos da arquitetura de Cister em toda a Europa. A construção iniciou-se em 1178 e terminou cerca de 100 anos depois. Na fachada da igreja, apenas o pórtico gótico é original. Ladeando-o, a leveza das estátuas de São Bento e de São Bernardo contrasta com o peso barroco do frontispício e das torres sineiras que foram acrescentadas no século XVIII. A grandiosa nave central, despojada de qualquer adorno, produz uma sensação de elevação e espiritualidade. Ao centro de cada braço do transepto podemos ver duas obras-primas da estatuária medieval, os túmulos de D. Pedro I e D. Inês, colocados frente a frente para que se possam reencontrar de novo no Dia da Ressurreição. Parta à descoberta! https://artsandculture.google.com/partner/alcoba%C3%A7a-monastery

 

12 de Junho

Visita virtual ao Museu Monográfico de Conímbriga - A antiga cidade romana de Conímbriga é um dos sítios arqueológicos mais ricos de Portugal.
Um dos sítios arqueológicos mais ricos de Portugal, Conímbriga teve origem num castro celta, nos finais da Idade do Ferro. Ocupada pelos romanos a partir de 139 a.C. e a sua população totalmente romanizada, foi sob o imperador Augusto, no séc. II d.C. que a cidade conheceu o seu esplendor, tendo sido construídas então termas públicas e um Forum, cuja reconstituição se pode ver no Museu.
Destacam-se os mosaicos preservados in situ e a Casa dos Repuxos que possui uma área pavimentada de mosaico, importantes vestígios de pintura mural e um peristilo central ajardinado com um lago e jogos de água. Parta à descoberta! https://artsandculture.google.com/partner/conimbriga-monographic-museum

 

13 de Junho

Visita virtual ao Palácio Nacional da Ajuda - Construído na primeira metade do século XIX, em estilo neoclássico, foi escolhido para residência da Família Real portuguesa quando D. Luís I (1838-1889) se tornou rei de Portugal e desposou uma princesa italiana, D. Maria Pia de Sabóia (1847-1911).
Sendo um exemplo típico de uma residência real de Oitocentos, tem uma importante colecção de artes decorativas.
O palácio esteve encerrado desde a proclamação da República, em 1910, até 1938, quando foi convertido em museu e aberto ao público. Aqui decorrem as mais importantes cerimónias da Presidência da República. Parta à descoberta! https://artsandculture.google.com/partner/ajuda-national-palace

 

14 de Junho

Visita virtual ao Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado - Situado no Chiado, um dos bairros históricos de Lisboa, o Museu Nacional de Arte Contemporânea foi fundado em 1911. O espólio do museu inclui secções de pintura, escultura e desenho com peças datadas desde 1850 até à actualidade, apresentando uma retrospectiva muito completa da evolução artística nacional. Existem aqui as obras mais significativas de artistas portugueses de expressão romântica, naturalista, modernista, surrealista e abstraccionista. Parta à descoberta! https://artsandculture.google.com/partner/museu-do-chiado

 

Participe e celebre connosco a língua, a cultura e o património português. 

Siga-nos no Facebook!

  • Partilhe